dezembro 13, 2016 Notícias 0 comment

O que é ser assertivo no trabalho

o-que-e-ser-assertivo-no-trabalho

Em quais circunstâncias o profissional assertivo pode fazer a diferença?

O profissional assertivo faz a diferença em qualquer ambiente em que esteja, mas citamos abaixo algumas circunstancias em que um profissional assertivo pode fazer a diferença:

  • Resolução de conflitos emocionais e técnicos;
  • Tomada de decisão;
  • Implantação de novos projetos;
  • Desenvolvimento de trabalhos em grupo;
  • Resolução de problemas emergenciais e urgentes;
  • Processos de Negociação: projetos, sindical, trabalhista;
  • Divulgação da imagem da empresa e da área de atuação;
  • Delegação de funções a equipe;
  • Desenvolvimento de profissionais;
  • Coordenação e liderança de equipes de profissionais

Como a assertividade pode contribuir para o trabalho em equipe?

Pessoas assertivas passam a ter vantagens sobre as outras pessoas e criam melhores condições para atuarem em equipe. Confira como isto acontece:

  • Lidam com os confrontos com mais facilidade e satisfação;
  • Sentem-se menos estressadas;
  • Adquirem maior confiança;
  • Agem com mais tato;
  • Resistem às tentativas de manipulação, ameaças, chantagem emocional, bajulação;
  • Expressam seu acordo e desacordo de modo convincente, mas sem prejudicar o relacionamento;
  • Sentem-se melhor e fazem com que os ouros também se sintam melhor.

Ser assertivo tem a ver com autoconfiança / auto-estima?

Sim. O indivíduo assertivo tem uma autoestima real, sabe que tem pontos fortes e conhece-os muito bem, mas também reconhece que precisa melhorar em muitos aspectos, sabendo identificar quais são estes pontos fracos que possui.

Ser assertivo nas relações é ser afirmativo, é estar presente, é atuar com potência.  Tornar-se assertivo é recuperar o seu poder pessoal.  Um indivíduo assertivo é capaz de dizer “sim” ou   “não” quando necessário, expressando aquilo que sente e considera apropriado naquele momento.

E essa característica não pode descambar para a intolerância ou agressividade em algum momento? (Qual a medida certa?)

Quando o indivíduo se sente onipotente e desqualifica os direitos dos outros , ele atua de forma agressiva, não-assertiva. Quando o individuo se sente impotente e desqualifica os seus direitos, suas necessidades, ele atua de forma não-assertiva, passiva ou agressivamente.

Ser assertivo é não ser submisso e nem agressivo nos seus relacionamentos. A melhor saída é nunca estar num extremo. O extremo é rígido, polarizado, inflexível. Ser mais flexível significa libertar-se da rigidez, dos extremismos e capacitar-se a perceber as diversas cores do arco-íris. A flexibilidade libera a energia que permite passear entre os extremos.

O que, de modo geral, pode dificultar a assertividade do profissional (impedir que ela se desenvolva)?

O desconhecimento de si mesmo pode acarretar no indivíduo excesso de segurança /onipotência e/ou falta de autoconfiança em si mesmo. Quando o individuo não confia em si mesmo ele se torna não assertivo, tendo reações passivas ou agressivas.

Ninguém nasce assertivo. Nascemos com um potencial que vai se transformando à medida que nos comportamos de forma assertiva. Em um dado momento posso atuar, me relacionar assertivamente e, num outro, de forma não muito assertiva.  Se sua energia estiver conectada, se você balancear as polaridades e flutuar entre os opostos, estará sendo assertivo.                                                                                                        

Como trabalhar a assertividade? Quais dicas você dá?

Se você pensar assertivamente isso o ajudará a agir de forma assertiva.

  1. Desenvolva uma autoestima real: autoestima é como você se considera. Se você for prepotente, não ouvirá outras pessoas, podendo ser visto como alguém agressivo. Se você for impotente você menospreza a si mesmo, tenderá a ter um comportamento passivo. Sinta-se bem consigo mesmo. Reconheça seus pontos fortes, suas qualidades e habilidades. Acolha seus pontos fracos, sempre podemos ser melhores e mais potentes, ser humano é ser imperfeito.
  2. Esteja aberto ao feedback e percepções do outro. Considere qualquer crítica/comentário, como a opinião de um indivíduo e não como um fato consumado. Uma crítica é um feedback e você terá a opção de utilizá-la da forma que bem entender.
  3. Satisfaça seus desejos e necessidades, mas também fique atento em perceber e satisfazer as necessidades e desejos do outro.
  4. Posicione-se sempre, dizendo o que pensa, sente e dando a sua opinião mesmo que seja contrária a maioria. Nunca conseguiremos agradar a todos, mas não podemos perder nenhuma chance de nos posicionarmos.

O mercado espera pessoas assertivas?

O mercado busca e necessita de pessoas assertivas que consigam se posicionar dando sua opinião, fazendo suas leituras e estando abertas para perceber o meio ambiente que a cerca. Pessoas assertivas são pessoas resolutas, decididas, mediadoras, justas e buscam a harmonia das relações, dos processos e resultados efetivos para todos os lados.

A pessoa assertiva exerce mais plenamente a sua potencialidade. Lida com a realidade como ela é, não como gostaria que fosse. Não idealiza. Trata as relações e os conflitos de forma adequada. A assertividade está ligada à definição de limites, ao reconhecimento de fronteiras. Depende da relação negociada permanentemente, contínua, diária.

Fátima Ohl Braga

Sócia-diretora e consultora organizacional. Atua há trinta anos como consultora organizacional, implementando programas de Treinamento e Desenvolvimento, Avaliação de Desempenho e Potencial, Gestão por Competências