dezembro 28, 2017 Dicas da semana 0 comment

O que fazer quando minha equipe não consegue bater metas?

Há um conjunto de fatores que podem influenciar nestas situações, mas, em primeiro lugar as metas precisam ser programadas seguindo certos critérios SMART, observe o check list abaixo:

S – Specific –  Específico 

Deve ser específica e facilmente entendida por todos. Deve facilitar a compreensão e o foco, com números e dados. Você especifica exatamente aonde quer chegar sem deixar brechas para dúvidas. Por exemplo: quero aumentar em 10{44f7222d7543b5b4532c4750de2ce62a5a8719d279a14efec19e3375346430c3} a venda do setor infantil da minha loja.

Responda as seguintes perguntas:

  • O que eu quero com essa meta?
  • Quem é responsável por ela?
  • Onde ela deve ser realizada?
  • Como ela será batida?
  • Por que ela existe? 

M – Measurable – Mensurável 

Já dizia Peter Drucker, que o que não pode ser medido não pode ser gerenciado. Portanto, depois de especificar nossa meta devemos ser capazes de mensurá-la. É preciso determinar o indicador pelo qual a evolução será verificada e também a fonte oficial de medição deste indicador.

Responda as seguintes perguntas:

  • Quanto é o resultado esperado da minha meta?
  • Quanto tempo será necessário para realizá-la?

A – Attainable – Atingível

De nada adianta construir uma meta que é impossível de ser atingida. É extremamente importante deixar a meta mensurável, mas de forma que os números dela possam ser atingíveis. É claro que você pode ousar nos seus objetivos, mas é preciso manter o pé no chão e se manter dentro da realidade possível.

Faça a seguinte análise:

  • Analise o seu histórico e diga se a ação é atingível
  • Converse com a equipe/pessoa responsável e verifique se a ação é factível 

R – Relevant – Relevante

Uma ação para ser relevante deve impactar diretamente no seu objetivo final de modo que você consiga provar facilmente que ela trouxe algum tipo de resultado.

Faça a seguinte análise:

  • Analise e veja se ela faz sentido dentro de um contexto maior e se colabora na mesma direção do seu objetivo.

T – Time – Temporal

Uma Ação  sem prazo é uma Ação que nunca será finalizada, portanto sempre associe uma Ação a um período de tempo que ela deve ser realizada. 

Em segundo lugar, é importante é compreender juntamente com a equipe as dificuldades e o que está impossibilitando o êxito das metas e discuta, ainda em conjunto, as soluções mais adequadas.

Em terceiro lugar, atue individualmente, preste atenção nos profissionais com baixo desempenho. Um colaborador pode influenciar outros e interferir diretamente nas metas não alcançadas. Entenda o motivo da baixa performance dele e tente realinhar a sua postura com orientações, coaching e treinamento.